ADEQUAÇÃO BUCAL COMO UMA AÇÃO PREVENTIVA DE INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS EM PACIENTES DA UTI

  • Maria Eduarda Vilani UNIAVAN

Resumo

A presente pesquisa aborda o tema a importância do cirurgião-dentista em Unidades de Terapia Intensiva. O objetivo geral deste trabalho é mencionar a higiene bucal como uma ação odontológica preventiva perante as doenças pulmonares. Os objetivos específicos são estudar a adequação bucal de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e que utilizaram a ventilação mecânica, como um fator indispensável, visando à prevenção de doenças respiratórias. Analisar a higiene bucal dos pacientes internados na UTI; caracterizar a importância do acompanhamento odontológico para melhorias na qualidade de vida e saúde dos enfermos. A pesquisa foi realizada por meio da análise de dados disponibilizados por dois hospitais, onde um possui o cirurgião-dentista na equipe multiprofissional da UTI e outro que não o tem. A comparação dos dados realizada através de análise quantitativa e qualitativa (tabelas) comprovou os benefícios do profissional presente nas unidades tanto para os pacientes quanto para o hospital, já que além de prevenir infecções respiratórias graves, reduz o tempo de internação e despesas de internação.

Publicado
2020-12-11
Como Citar
VILANI, Maria Eduarda. ADEQUAÇÃO BUCAL COMO UMA AÇÃO PREVENTIVA DE INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS EM PACIENTES DA UTI. Revista Científica Sophia, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 85-98, dez. 2020. ISSN 2317-3270. Disponível em: <http://ojs.avantis.edu.br/index.php/sophia/article/view/126>. Acesso em: 13 maio 2021.