DO MAL ESTAR NA EDUCAÇÃO À UMA LINGUAGEM PARA ALÉM DO VIRTUAL:

um estudo de caso sobre a tutoria

  • Davide Chareun UNIAVAN

Resumo


A dimensão educacional se encontra atravessada por uma mudança radical, tanto no que diz respeito à inserção de metodologias híbridas para a construção de um processo de ensino aprendizagem que atenda a demanda do mercado capitalista, quanto ao momento desestruturante que o mundo está vivenciando devido ao vírus COVID-19. Assim percebe-se a necessidade de investigar essas mudanças e pensar em estratégias educativas que possam gerar laço entre o aluno e o saber. Dessa forma, o presente trabalho se configura como estudo de caso e tem como objetivo investigar, a partir da teoria psicanalítica, o contexto de mal-estar que perpassa a educação, para sucessivamente, a partir do relato de uma primeira experiência vivenciada pelo autor no exercício da função de tutor do curso de Psicologia no Centro Universitário Uniavan, refletir sobre a transmissão do saber na modalidade virtual. A intervenção da arte no processo educacional vinculado à tutoria possibilitou amenizar a angústia vivenciada por causa do isolamento social e possibilitar contato e troca humana que ultrapassasse o limite do virtual. Os desdobramentos escutados deste percurso permitem apontar que a inserção de conteúdos artísticos como: músicas, poesias, aforismas e imagens, constituíram uma linguagem que potencializou e amplificou a relação entre o aluno, o tutor e o material pedagógico disponibilizado na plataforma virtual do Centro Universitário.


 

Publicado
2020-12-11
Como Citar
CHAREUN, Davide. DO MAL ESTAR NA EDUCAÇÃO À UMA LINGUAGEM PARA ALÉM DO VIRTUAL:. Revista Científica Sophia, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 281-300, dez. 2020. ISSN 2317-3270. Disponível em: <http://ojs.avantis.edu.br/index.php/sophia/article/view/130>. Acesso em: 02 mar. 2021.